PÁGINA INICIAL > ARTIGOS > Anatomia Palpatória: você sabe o que é "glabela"?

Leia sobre a glabela e sua importância clínica

 

Você sabe o que é “glabela”?


Glabela é um ponto de referência anatômico que fica localizado no osso frontal, logo acima da raiz do nariz, no espaço entre as sobrancelhas. A glabela é uma área lisa, ou seja, não é coberta por nenhum músculo, ao palpar este ponto você estará palpando quase diretamente sobre o osso, apenas com uma fina camada de tecido entre o osso e seu dedo. A glabela é utilizada como ponto de referência para alguns traçados cefalométricos, que são medidas realizadas sobre uma radiografia, para mensurar várias dimensões e relações angulares do cranio, para objetivos diversos.

A glabela é o ponto onde se testa o ‘Reflexo de Glabela’, um teste neurológico, realizado especialmente em bebês, no qual se faz uma leve e rápida percussão sobre a glabela (leve toque). A resposta normal é ocorrer o fechamento imediato, simultâneo e simétrico das pálpebras. Este reflexo examina a função dos nervos trigêmeo e facial.

Outro aspecto interessante sobre a glabela é que, profundamente à ela, ou seja, na região interna do osso frontal, se insere a foice do cérebro, uma membrana intracraniana que divide os hemisférios cerebrais. A foice do cérebro é contínua com outras membranas intracranianas e também com a dura-máter, que desce pelo interior do canal vertebral até se inserir no sacro e cóccix. Algumas pessoas sentem dores de cabeça na região da glabela, e uma causa mecânica pode ser uma tensão excessiva no ponto de inserção da foice cerebral, causada por uma restrição ou tensionamento em qualquer ponto deste sistema contínuo de membranas, desde o cóccix e sacro, passando por toda a coluna vertebral, até as membranas intracranianas.

A foice do cérebro se insere nesta porção interna do osso frontal, ao nível da glabela, e depois segue sua inserção para cima, ao longo do osso frontal, na linha média, em uma inserção bifurcada que forma um sulco, o ‘sulco sagital’. Este sulco é o espaço onde se situa o ‘seio sagital superior’, um importante seio venoso, responsável pela drenagem do cranio. Portanto, o ‘seio sagital superior’ também tem sua origem na região da glabela, internamente.

Além disto, na região da glabela também estão localizados os seios frontais, que são compartimentos dentro do osso frontal, preenchidos por ar, e que fazem parte dos ‘seios da face’, estruturas que, quando acometidas de processo inflamatório causam a chamada ‘sinusite’.

Gostou? Clique aqui e curta nossa página de Anatomia Palpatória no Facebook:





Veja mais artigos